#saudelgbt instagram hashtag photos and videos

Most popular images with #saudelgbt

saudelgbt medias

Vinicius Borges

photo by Vinicius Borges with description
            Tem muito gay misógino por aí sim! Transfobia dentro do próprio meio LGBT não é incomum. Já presenciei cenas horríveis, como ‘colegas gays’ me pedindo pra não levar amigos afeminados pra festa ou me relacionar com pessoas trans. Como se não estivéssemos falando de pessoas. De pessoas como nós. Que na verdade já sofrem ainda mais preconceito e abrem caminho para o bem de todxs nós.

Se não houver luta pelos direitos dos LGBT+ como um todo, não haverá vitória de fato, pois as verdadeiras vitórias são coletivas. 
Eu, por algum tempo, me forcei a viver numa bolha gay extremamente tóxica pra ser aceito, achando que por ter saído do armário precisava viver o modus operandi do famigerado ‘gay padrão’, em que majoritariamente homens gays brancos viviam num mundo  de busca status, egocentrismo, abusos, hiperssexualização das relações e atitudes extremamente preconceituosas com outras minorias, inclusive dentro do próprio universo LGBT. Nunca me senti parte disso. Não é o Vinicius que eu sou.

Válvula de escape? Trauma de infância? Imaturidade? Não sei. Só sei que ainda vejo muito disso por aí, e acredito que esteja mais ligado a uma masculinidade tóxica e predatória que à orientação sexual em si, pois vejo isso bem menos entre mulheres, sejam lésbicas ou não .

Opinião pessoal, de alguém que hoje provavelmente tem tantos amigos heteros quando lgbts, inclusive muitos homens e mulheres cis! Ter sofrido muito e ainda sofrer, não te dá o direito de fazer outros sofrerem por seus excessos e destemperos.  Baixem a bola. O mundo dá muitas voltas. Não sejam o vilão da sua própria história e, principalmente, da dos outros.

Tem muito gay misógino por aí sim! Transfobia dentro do próprio meio LGBT não é incomum. Já presenciei cenas horríveis, como ‘colegas gays’ me pedindo pra não levar amigos afeminados pra festa ou me relacionar com pessoas trans. Como se não estivéssemos falando de pessoas. De pessoas como nós. Que na verdade já sofrem ainda mais preconceito e abrem caminho para o bem de todxs nós. Se não houver luta pelos direitos dos LGBT+ como um todo, não haverá vitória de fato, pois as verdadeiras vitórias são coletivas. Eu, por algum tempo, me forcei a viver numa bolha gay extremamente tóxica pra ser aceito, achando que por ter saído do armário precisava viver o modus operandi do famigerado ‘gay padrão’, em que majoritariamente homens gays brancos viviam num mundo de busca status, egocentrismo, abusos, hiperssexualização das relações e atitudes extremamente preconceituosas com outras minorias, inclusive dentro do próprio universo LGBT. Nunca me senti parte disso. Não é o Vinicius que eu sou. Válvula de escape? Trauma de infância? Imaturidade? Não sei. Só sei que ainda vejo muito disso por aí, e acredito que esteja mais ligado a uma masculinidade tóxica e predatória que à orientação sexual em si, pois vejo isso bem menos entre mulheres, sejam lésbicas ou não . Opinião pessoal, de alguém que hoje provavelmente tem tantos amigos heteros quando lgbts, inclusive muitos homens e mulheres cis! Ter sofrido muito e ainda sofrer, não te dá o direito de fazer outros sofrerem por seus excessos e destemperos. Baixem a bola. O mundo dá muitas voltas. Não sejam o vilão da sua própria história e, principalmente, da dos outros. #doutormaravilha #wonderdoctor #saudelgbt #sergay #machismo #masculinidadetóxica #maturidade #lgbtfobia #homofobia #Medicina #enfermagem #toxicidade #misoginia #posefx #pose

Vinicius Borges

photo by Vinicius Borges with description
            DESABAFO: até quando nós lgbts seremos tão hipocritas? 
Ontem, após minha postagem sobre como e quando contar sobre estar vivendo com HIV para seu namorado ou namorada, eu assisti à uma repercussão imensa do post em um grupo de Facebook e ainda recebi um post ainda melhor, feito por um participante, que me fez repensar várias coisas. 
E ler o post-resposta dele sobre o assunto, muito melhor e mais realista que o meu, me fez querer ratificar tudo que ele disse.

Até quando nós LGBTs, cujo movimento está extremamente atrelado a história de epidemia de AIDS, vamos bancar as Alices acreditando que este ‘problema’ não é nosso? É distante? É só do vizinho?

Acordem!!!! HIV não é assunto do vizinho gay! É de todo mundo! Só no município de São Paulo, 1 em cada 4 de nós, homens gays, vive com o vírus. 
Nós quase fomos dizimados pelo ‘câncer gay’ na década de 80 e até hoje ter de ver colegas LGBTs tão desinformados, arrogantes e preconceituosos acerca de um tema tão básico é desesperador. Chego a chorar. Não sei se de tristeza ou de raiva. Como infectologista me sinto um fracasso.

Estudem a história do HIV! Porque queiram vocês ou não, ela é nossa história também queridos! 
O movimento LGBT precisou se reformular inteiramente quando a AIDS surgiu (até porque quase todo mundo morreu) e muitos dos recursos que temos para ‘lutar’ por igualdade, direito e liberdades hoje em dia, vem da causa AIDS. Pergunte à qualquer ativista. 
Não, uma pessoa vivendo com HIV não é obrigada te contar da sorologia dela. É intimidade dela! Direito médico inclusive. E como nosso amigo disse, não exija uma sinceridade que você não tem o mínimo de preparo pra lidar. 
O que eu vejo de homem gay julgando o comportamento alheio quando descobre que a pessoa tem HIV, mas mal sabe ele que a chance dele próprio estar infectado no dia seguinte é incrivelmente alta, não está no gibi. Principalmente pq ele mantém as próprias ‘posturas’ que ele mesmo condena, num surto romântico de hipocrisia, claro.

Continua nos comentários!!!!!

DESABAFO: até quando nós lgbts seremos tão hipocritas? Ontem, após minha postagem sobre como e quando contar sobre estar vivendo com HIV para seu namorado ou namorada, eu assisti à uma repercussão imensa do post em um grupo de Facebook e ainda recebi um post ainda melhor, feito por um participante, que me fez repensar várias coisas. E ler o post-resposta dele sobre o assunto, muito melhor e mais realista que o meu, me fez querer ratificar tudo que ele disse. Até quando nós LGBTs, cujo movimento está extremamente atrelado a história de epidemia de AIDS, vamos bancar as Alices acreditando que este ‘problema’ não é nosso? É distante? É só do vizinho? Acordem!!!! HIV não é assunto do vizinho gay! É de todo mundo! Só no município de São Paulo, 1 em cada 4 de nós, homens gays, vive com o vírus. Nós quase fomos dizimados pelo ‘câncer gay’ na década de 80 e até hoje ter de ver colegas LGBTs tão desinformados, arrogantes e preconceituosos acerca de um tema tão básico é desesperador. Chego a chorar. Não sei se de tristeza ou de raiva. Como infectologista me sinto um fracasso. Estudem a história do HIV! Porque queiram vocês ou não, ela é nossa história também queridos! O movimento LGBT precisou se reformular inteiramente quando a AIDS surgiu (até porque quase todo mundo morreu) e muitos dos recursos que temos para ‘lutar’ por igualdade, direito e liberdades hoje em dia, vem da causa AIDS. Pergunte à qualquer ativista. Não, uma pessoa vivendo com HIV não é obrigada te contar da sorologia dela. É intimidade dela! Direito médico inclusive. E como nosso amigo disse, não exija uma sinceridade que você não tem o mínimo de preparo pra lidar. O que eu vejo de homem gay julgando o comportamento alheio quando descobre que a pessoa tem HIV, mas mal sabe ele que a chance dele próprio estar infectado no dia seguinte é incrivelmente alta, não está no gibi. Principalmente pq ele mantém as próprias ‘posturas’ que ele mesmo condena, num surto romântico de hipocrisia, claro. Continua nos comentários!!!!! #doutormaravilha #hiv #Aids #infectologia #Medicina #saudelgbt #hipocrisia #empatia #soropositivo #infectologista

Vinicius Borges

photo by Vinicius Borges with description
            Ontem fiz mais uma edição do projeto

Ontem fiz mais uma edição do projeto #querjantarcomigo na @castro.burger, onde levei a ativista e membro da comissão de diversidade da OAB-SP @ericaferrazoficial (que já é uma pessoa com sorologia pública, por isso está na foto) e mais um querido rapaz vivendo com HIV. Ela já vive com HIV há um certo tempo. Uma mulher trans de muita fibra, que já recebeu o pior da vida, mas que generosamente devolveu tudo em forma de piadas e sorrisos. Incrível o poder de resiliência e alegria de viver que a Erica tem. Ele, um homem gay cis, teve diagnóstico há 4 meses estando num relacionamento sorodiferente. O namorado foi compreensivo, é um gentleman, e estão juntos até hoje. Ele também é ativista da causa de idosos e tem um coração bondoso e cheio de sonhos. A noite transcorreu em meio a muitas risadas e sorrisos. Senti que belas amizades estão só começando. Na verdade, o que eu busco no #querjantarcomigo é exatamente isso: mostrar pras pessoas que os sorrisos continuam! Os sonhos continuam! A esperança continua! Mesmo após o HIV. Que não é um vírus nem um preconceito bobo que vão impedir pessoas maravilhosas de continuarem sendo maravilhosas. Ontem conheci duas pessoas que têm tanto pra oferecer ao mundo, com suas personalidades, histórias e carinho, que se forem julgadas por você apenas por uma sorologia, vão deixar de te proporcionar momentos incríveis, onde você enxerga que ‘ser humano’, no sentido mais amplo da expressão, ainda vale muito a pena.💛 Mal posso esperar pelo próximo jantar. Recebeu diagnóstico de HIV e precisa de acolhimento? Quer jantar comigo? #doutormaravilha #querjantarcomigo #hiv #Aids #saudelgbt #saudedamulher #saudedoidoso #querjantarcomigo #infectologia #infectologista #direitoshumanos #Medicina #acolhimento #razoesparaacreditar #gaysp #saudetrans #acolhimento #tenhohiveagora

Vinicius Borges

photo by Vinicius Borges with description
            Transar preservativo não é errado. Nem certo. É uma escolha.

E usar PrEP é apenas uma maneira de tornar esta escolha mais consciente, pelo menos em relação ao HIV.

Atendo alguns pacientes que usam PrEP ou estão positivos indetectáveis e têm feito muito sexo sem preservativo  e se infectado com IST’s frequentemente, mas eles procuram atendimento rápido e se tratam logo. É um ótimo caminho.

Também tenho pacientes que usam preservativo em 100% das relações, inclusive pra sexo oral e estão muito bem obrigado.

Outros usam PrEP e preservativo ao mesmo tempo.

Não existe um caminho só. O importante é que cada pessoa faça suas escolhas conscientes e pare de fantasiar, retardando diagnósticos e tratamentos.

Transar preservativo não é errado. Nem certo. É uma escolha. E usar PrEP é apenas uma maneira de tornar esta escolha mais consciente, pelo menos em relação ao HIV. Atendo alguns pacientes que usam PrEP ou estão positivos indetectáveis e têm feito muito sexo sem preservativo e se infectado com IST’s frequentemente, mas eles procuram atendimento rápido e se tratam logo. É um ótimo caminho. Também tenho pacientes que usam preservativo em 100% das relações, inclusive pra sexo oral e estão muito bem obrigado. Outros usam PrEP e preservativo ao mesmo tempo. Não existe um caminho só. O importante é que cada pessoa faça suas escolhas conscientes e pare de fantasiar, retardando diagnósticos e tratamentos. #doutormaravilha #wonderdoctor #saudelgbt #ists #dsts #Medicina #infectologia #infectologista #gonorreia #gaysp #hiv #Aids #prephiv #saudedamulher #saudedoidoso #gaydoctor #escolhasconscientes

Vinicius Borges

photo by Vinicius Borges with description
            Me poupe amadah 🙃

O direito de falar sobre a sorologia é o mesmo direito de você escolher com quem, quando e como você transa.

Não exija uma ‘sinceridade’ que às vezes nem você tem consigo mesmo.

Quem tem a carga viral indetectável por mínimo 6 meses não transmite HIV por via sexual e o preservativo é disponibilizado pelo SUS, se você quiser usar ninguém vai te impedir. 
Inspiração: @arturacelino

Me poupe amadah 🙃 O direito de falar sobre a sorologia é o mesmo direito de você escolher com quem, quando e como você transa. Não exija uma ‘sinceridade’ que às vezes nem você tem consigo mesmo. Quem tem a carga viral indetectável por mínimo 6 meses não transmite HIV por via sexual e o preservativo é disponibilizado pelo SUS, se você quiser usar ninguém vai te impedir. Inspiração: @arturacelino #doutormaravilha #wonderdoctor #hiv #Aids #saudelgbt #prephiv #PEPhiv #Estigma #soropositivo #preconceito #sorofobia #indetectavel #intransmissivel #gaysp #homensgays

Vinicius Borges

photo by Vinicius Borges with description
            😂😂😂 Pra mim PrEP é igual plano de saúde: paga pra não ter que usar.
Tomo pra não achar ng pra transar. "- Doutor Maravilha, você também vai tomar a PrEP?" "- Vai transar sem preservativo, né safadinho?! 😂" "- Pra quê serve isso?" Ultimamente tenho recebido uma enxurrada de perguntas acerca deste assunto que gosto tanto, a

😂😂😂 Pra mim PrEP é igual plano de saúde: paga pra não ter que usar. Tomo pra não achar ng pra transar. "- Doutor Maravilha, você também vai tomar a PrEP?" "- Vai transar sem preservativo, né safadinho?! 😂" "- Pra quê serve isso?" Ultimamente tenho recebido uma enxurrada de perguntas acerca deste assunto que gosto tanto, a #prevenção do HIV/AIDS, no que concerne à PrEP (Profilaxia Pré-Exposição). Tô usando há duas semanas e estou adorando. E sim: eu, #médico, #infectologista, #gay, que fiz usos repetidos de #PEPhiv (profilaxia pós-exposição) nos últimos tempos, tenho indicação de utilizar mais esta ferramenta. Pertenço à uma das populações-chave para esta abordagem. E então, por que não usar? O exemplo é o melhor argumento. A PrEP na verdade é algo que pode ser utilizada por qualquer pessoa (salvo as contra-indicações formais), como uma maneira de prevenção do HIV, mas no Brasil, como estratégia de saúde pública via #SUS, está inicialmente indicada para 4 grupos prioritários: 1 - #gays e outros #HSH (Homens que fazem sexo com homens) que tenham tido alguma IST (infecção sexualmente transmissível) nos últimos meses ou utilizado PEP de forma recorrente; 2 - Pessoas #trans e #travestis; 3 - Trabalhadorxs do #Sexo; 4 - Casais #sorodiferentes (principalmente naqueles em que umx dos parceirxs ainda não está indetectável). Não, não existe grupo de risco! Mas existem pessoas que podem estar circunstancial ou estruturalmente mais vulneráveis a se infectarem. Não, a PrEP não substitui preservativo. Ela protege apenas contra o HIV (e diga-se de passagem muito eficazmente) mas não é para ser utilizada isoladamente. Temos maneiras diferentes de experienciar nossa sexualidade, portanto cada umx deve se autoanalisar, procurar um serviço de referência e optar pela melhor forma (ou formas) de prevenção. #Sexualidade é algo dinâmico. Posso sim usar PrEP um tempo. Usar #preservativo junto. Ou não. O importante é que tenha acompanhamento interdisciplinar em #saúde e me teste regularmente para o HIV e outras #ist s. ☁️💛 #doutormaravilha #hiv #Aids #prephiv #preconceito #Sexualidade #saudelgbt #gaysp #instagay #gaydoctor #Sexo #infectologia #gaybrasil #ldrv

Vinicius Borges

photo by Vinicius Borges with description
            Hoje, atendi um homem de trinta e poucos anos com um diagnóstico muito recente de HIV. Foi uma consulta muito reveladora e emocionante . 
Ele descobriu o HIV já numa fase mais avançada, após relacionamento duradouro, com a imunidade um pouco mais baixa, porém não teve nenhuma infecção oportunista 🙏🏻, já iniciou o tratamento e se informou muito sobre o assunto (deve saber mais que eu, já). Um incrível ser humano, que apesar de conviver com todos esses medos do diagnóstico recente, mantém a ternura, o sorriso e o bom humor. 
Foi muito gratificante poder esclarecê-lo e orientá-lo acerca das dúvidas que ele ainda tinha e repetir meu maior mantra: vai ficar tudo bem.

No final, dentre várias outras demonstrações de carinho, ele me deu esse presente: um bonequinho do Sulley, um personagem do filme Monstros S.A., da Pixar. No fim da consulta nos abraçamos forte e nos emocionamos. Ele me agradeceu por tudo que eu e ativistas como @nettinhos e @rafaelbolacha fazem, levando a informação e diminuindo o preconceito.

Eu disse que este é só o começo da nossa parceria e que o pior já passou. E os monstros que agora o assustam, do preconceito, da doença e da morte, em breve serão  como o monstrinho que ele coincidentemente me deu: pequeninos, inócuos e porque não, bonzinhos.

Nossos maiores monstros são alimentados por nós mesmos. E através do autoperdão, do conhecimento e do amor, eles podem ser transformados em pequenos e dóceis personagens de contos infantis.

Obrigado, L, por abrilhantar ainda mais minha existência, compartilhando comigo a sua história! Conte comigo. 🐻💛

Hoje, atendi um homem de trinta e poucos anos com um diagnóstico muito recente de HIV. Foi uma consulta muito reveladora e emocionante . Ele descobriu o HIV já numa fase mais avançada, após relacionamento duradouro, com a imunidade um pouco mais baixa, porém não teve nenhuma infecção oportunista 🙏🏻, já iniciou o tratamento e se informou muito sobre o assunto (deve saber mais que eu, já). Um incrível ser humano, que apesar de conviver com todos esses medos do diagnóstico recente, mantém a ternura, o sorriso e o bom humor. Foi muito gratificante poder esclarecê-lo e orientá-lo acerca das dúvidas que ele ainda tinha e repetir meu maior mantra: vai ficar tudo bem. No final, dentre várias outras demonstrações de carinho, ele me deu esse presente: um bonequinho do Sulley, um personagem do filme Monstros S.A., da Pixar. No fim da consulta nos abraçamos forte e nos emocionamos. Ele me agradeceu por tudo que eu e ativistas como @nettinhos e @rafaelbolacha fazem, levando a informação e diminuindo o preconceito. Eu disse que este é só o começo da nossa parceria e que o pior já passou. E os monstros que agora o assustam, do preconceito, da doença e da morte, em breve serão como o monstrinho que ele coincidentemente me deu: pequeninos, inócuos e porque não, bonzinhos. Nossos maiores monstros são alimentados por nós mesmos. E através do autoperdão, do conhecimento e do amor, eles podem ser transformados em pequenos e dóceis personagens de contos infantis. Obrigado, L, por abrilhantar ainda mais minha existência, compartilhando comigo a sua história! Conte comigo. 🐻💛 #doutormaravilha #wonderdoctor #hiv #Aids #saudelgbt #Medicina #infectologia #infectologista #prephiv #tenhohiveagora #sorofobia #superacao #medicinaporamor #jamessullivan #monstrossa

Vinicius Borges

photo by Vinicius Borges with description
            Eu AMO desfazer mitos médicos que até eu mesmo tinha dúvida às vezes 😂🤓🐻. Quem nunca teve medinho de ‘pegar’ algo num vasinho sanitário meio suspeito na hora do aperto?

Infecções sexualmente transmissíveis podem ser transmitidas através de uma sentada na privada ou com espirro de descarga? Ou com o PLOFT do cocô 💦 💩? Então, agentes causadores de IST’s geralmente não sobrevivem quando saem do corpo humano. Um assento de vaso sanitário não oferece um ambiente pra eles proliferarem, por isso não podem viver lá por mais de 10 segundos. Os bichinhos preferem o ambiente que os tecidos e fluidos que os nossos corpinhos gostosos  e quentinhos criam, não os dos assentos frios e duros da privada da rodoviária. 
Como os vírus, como da herpes, inativam-se rapidamente fora do corpo, é quase impossível contrair a infecção através do contato com banheiros, toalhas ou outros objetos usados ​​por uma pessoa infectada.  O mesmo vale para outras infecções sexualmente transmissíveis, como sífilis, HPV, HIV, hepatites, chato (piolho pubiano) e até SARNA (que eu já tive duas vezes kkkkk), de acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças, CDC.

Marquem nesse POST quem já te perguntou isso alguma vez. Deixa a anja fazer seu cocô e xixi tranquilo daqui pra frente. 😁🧸 Mas atenção: lavar as mãos após ir ao banheiro continua sendo indispensável! Porque mãos sujas em contato com olhos e mucosas transmitem sim muita coisa! Inclusive hepatite A. Mas não vai ser um respingo no seu bumbum que vai transmitir isso.

Eu AMO desfazer mitos médicos que até eu mesmo tinha dúvida às vezes 😂🤓🐻. Quem nunca teve medinho de ‘pegar’ algo num vasinho sanitário meio suspeito na hora do aperto? Infecções sexualmente transmissíveis podem ser transmitidas através de uma sentada na privada ou com espirro de descarga? Ou com o PLOFT do cocô 💦 💩? Então, agentes causadores de IST’s geralmente não sobrevivem quando saem do corpo humano. Um assento de vaso sanitário não oferece um ambiente pra eles proliferarem, por isso não podem viver lá por mais de 10 segundos. Os bichinhos preferem o ambiente que os tecidos e fluidos que os nossos corpinhos gostosos e quentinhos criam, não os dos assentos frios e duros da privada da rodoviária. Como os vírus, como da herpes, inativam-se rapidamente fora do corpo, é quase impossível contrair a infecção através do contato com banheiros, toalhas ou outros objetos usados ​​por uma pessoa infectada. O mesmo vale para outras infecções sexualmente transmissíveis, como sífilis, HPV, HIV, hepatites, chato (piolho pubiano) e até SARNA (que eu já tive duas vezes kkkkk), de acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças, CDC. Marquem nesse POST quem já te perguntou isso alguma vez. Deixa a anja fazer seu cocô e xixi tranquilo daqui pra frente. 😁🧸 Mas atenção: lavar as mãos após ir ao banheiro continua sendo indispensável! Porque mãos sujas em contato com olhos e mucosas transmitem sim muita coisa! Inclusive hepatite A. Mas não vai ser um respingo no seu bumbum que vai transmitir isso. #doutormaravilha #wonderdoctor #ists #dsts #saudelgbt #Medicina #infectologia #mitosmedicos #microbiologia #saudepublica #saudedamulher #enfermagem #gaysp #ldrv #saudecomhumor #hepatite #sifilis #herpes #dermatologia #Ginecologia #biologia

Vinicius Borges

photo by Vinicius Borges with description
            Nem toda mulher curte penetração, claro que nem todo homem gay vai curtir também. Mas a prevenção deve continuar. E sexo oral também é sexo.

A transmissão de HIV em sexo oral é muito baixa, segundo o

Nem toda mulher curte penetração, claro que nem todo homem gay vai curtir também. Mas a prevenção deve continuar. E sexo oral também é sexo. A transmissão de HIV em sexo oral é muito baixa, segundo o #uptodate gira em torno de 1 a 4 em cada 10mil exposições, principalmente para quem chupa/lambe e há ejaculação na boca. Sexo oral em mulheres (não menstruadas) é de risco baixíssimo. Também há risco para outras IST’s! É possível ter lesões de #sífilis na língua, céu da boca, lesões de HPV e gonorreia ou clamídia na garganta. Eu já tive sim pacientes que disseram que praticavam apenas sexo oral sem preservativo e se infectaram com hiv. A medicina não é uma ciência exata, então vale a pena considerar todas as possibilidades. Fatores de risco aumentado são gengivite, feridas na boca (inclusive lesões de sífilis que são bem inflamadas), herpes, sexo no período menstrual no caso de pessoas com vagina, sangramentos por escovação vigorosa ou fio dental (evite fazer isso antes de chupar), e é claro, ejaculação na boca por parceria com carga viral alta. Portanto use preservativo no sexo oral ou cuide bem da saúde bucal se for fazer sem! Use enxaguante bucal sem álcool. Teste-se sempre. Acompanhe o Doutor Maravilha. Tudo é prevenção combinada! 😂💦 #doutormaravilha #wonderdoctor #SexoOral #oralsex #sexooralehiv #Sexualidade #gaysp #blowjob #saudelgbt #hivprevention #prephiv #PEPhiv #prevençãocombinada #lesbica #transexual #gaydoctor #gaybrasil #Medicina #infectologia #infectologista #gaysp #saudedamulher

Vinicius Borges

photo by Vinicius Borges with description
            O avanço existe e é indiscutível. PrEP é muito importante, mas ainda falta muito a ser feito para democratizar seu acesso.

Muitas populações extremamente vulneráveis ainda não têm acesso a  esta ferramenta de prevenção, principalmente populações negras e dos rincões do país.

Dados do Painel Sobre PrEP de 2019, do ministério da saúde, afirma que 60% dos usuários são brancos, 78% homens que fazem com homens cis e 40% das distribuições estão concentradas no município de São Paulo. 
Ainda há muita desigualdade, até para a prevenção do HIV.

Link dos dados: http://www.aids.gov.br/pt-br/noticias/dados-atualizados-de-prep-e-pep-estao-disponiveis-para-consulta

O avanço existe e é indiscutível. PrEP é muito importante, mas ainda falta muito a ser feito para democratizar seu acesso. Muitas populações extremamente vulneráveis ainda não têm acesso a esta ferramenta de prevenção, principalmente populações negras e dos rincões do país. Dados do Painel Sobre PrEP de 2019, do ministério da saúde, afirma que 60% dos usuários são brancos, 78% homens que fazem com homens cis e 40% das distribuições estão concentradas no município de São Paulo. Ainda há muita desigualdade, até para a prevenção do HIV. Link dos dados: http://www.aids.gov.br/pt-br/noticias/dados-atualizados-de-prep-e-pep-estao-disponiveis-para-consulta #doutormaravilha #wonderdoctor #hiv #Aids #prep #prephiv #prevencao #direitoshumanos #painelprep #Medicina #infectologia #gaysp #unaids #ministeriodasaude #saudelgbt #medicogay #SUS #eudefendoosus

Vinicius Borges

photo by Vinicius Borges with description
            Ela, uma mãe vivendo com HIV.

Ele, um pai que mantém com ela relações sem preservativo e não se infecta.

E o contrário acontece também.

As crianças também não nasceram infectadas.

Uma pessoa vivendo com HIV com carga indetectável não transmite HIV por via sexual. Indetectável = Intransmissível.

E uma mãe que faz tratamento tem chance mínima (menor que 1%) de transmitir HIV durante a gestação.

Espalhe esta informação.

Ela, uma mãe vivendo com HIV. Ele, um pai que mantém com ela relações sem preservativo e não se infecta. E o contrário acontece também. As crianças também não nasceram infectadas. Uma pessoa vivendo com HIV com carga indetectável não transmite HIV por via sexual. Indetectável = Intransmissível. E uma mãe que faz tratamento tem chance mínima (menor que 1%) de transmitir HIV durante a gestação. Espalhe esta informação. #doutormaravilha #wonderdoctor #hiv #Aids #soropositivo #sorodiferente #hivpositive #familiasehiv #motherlivingwithhiv #prephiv #Obstetricia #família #enfermagem #Sexualidade #infectologia #unaids #Indetectável #untransmittable #Undetectable #saudedamulher #maescomhiv #saudelgbt

Vinicius Borges

photo by Vinicius Borges with description
            Até hoje lembro de me perguntarem quando decidi ser infectologista: ‘ - Mas infecto só dá pobre, puta e viado, Vinicius! Você tem certeza? - Uai, melhores pessoas! E tô nas três categorias!’ 🐻😂🏳️‍🌈 Muitas pessoas me perguntam porque escolhi como especialidade a Infectologia. Na verdade durante a faculdade pensei em fazer todas as especialidades possíveis, na medida em que ia estagiando em cada uma delas. Tenho mania de gostar de tudo. 😌 Bom, após períodos de indecisão, dois anos de experiência como generalista e algumas conversas com outros profissionais, optei pela infecto: a especialidade das vulnerabilidades.

Seguem algumas razões  pelas quais escolhi esta área:

1) você cura os pacientes! Na esmagadora maior parte das vezes! O que é bem diferente de outras áreas da medicina em que as doenças seguem um curso crônico e prolongado. Há exceções como o HIV e hepatite B, mas também possuem ampla qualidade de vida.
2) a visão do todo! As doenças infectocontagiosas têm relação com o ambiente, onde a pessoa mora, o que ela come, com quem ela transa, pra onde ela viaja, o que ela faz no tempo livre! É uma especialidade de investigação! De resolver quebra-cabeça!  Os Sherlock Holmes da medicina. 🕵️‍♂️🕵️‍♀️ Pra gente curiosa e dedicada é um prato cheio!
3) a mais importante: o componente social! A especialidade dos fracos e oprimidos, negligenciados, minorias 🏳️‍🌈 e vulneráveis. Enquanto se discute em algumas outras áreas terapias super avançadas, na infectologia ainda se luta pelo saneamento básico, pelo direito a uma sexualidade saudável e acesso às vacinas e tratamentos básicos. Onde mais se morre de causas evitáveis? África. Será porquê? Nossas doenças são sociais, que muito além do corpo, afetam o indivíduo como um ser social que, em vez de integrado, está excluído e marginalizado em sua cidadania, representatividade e humanidade. E a gente faz MUITA diferença! Pra quem mais precisa. Sem o glamour de algumas, o lifestyle de outras, é uma especialidade encantadora! 💛

Até hoje lembro de me perguntarem quando decidi ser infectologista: ‘ - Mas infecto só dá pobre, puta e viado, Vinicius! Você tem certeza? - Uai, melhores pessoas! E tô nas três categorias!’ 🐻😂🏳️‍🌈 Muitas pessoas me perguntam porque escolhi como especialidade a Infectologia. Na verdade durante a faculdade pensei em fazer todas as especialidades possíveis, na medida em que ia estagiando em cada uma delas. Tenho mania de gostar de tudo. 😌 Bom, após períodos de indecisão, dois anos de experiência como generalista e algumas conversas com outros profissionais, optei pela infecto: a especialidade das vulnerabilidades. Seguem algumas razões pelas quais escolhi esta área: 1) você cura os pacientes! Na esmagadora maior parte das vezes! O que é bem diferente de outras áreas da medicina em que as doenças seguem um curso crônico e prolongado. Há exceções como o HIV e hepatite B, mas também possuem ampla qualidade de vida. 2) a visão do todo! As doenças infectocontagiosas têm relação com o ambiente, onde a pessoa mora, o que ela come, com quem ela transa, pra onde ela viaja, o que ela faz no tempo livre! É uma especialidade de investigação! De resolver quebra-cabeça! Os Sherlock Holmes da medicina. 🕵️‍♂️🕵️‍♀️ Pra gente curiosa e dedicada é um prato cheio! 3) a mais importante: o componente social! A especialidade dos fracos e oprimidos, negligenciados, minorias 🏳️‍🌈 e vulneráveis. Enquanto se discute em algumas outras áreas terapias super avançadas, na infectologia ainda se luta pelo saneamento básico, pelo direito a uma sexualidade saudável e acesso às vacinas e tratamentos básicos. Onde mais se morre de causas evitáveis? África. Será porquê? Nossas doenças são sociais, que muito além do corpo, afetam o indivíduo como um ser social que, em vez de integrado, está excluído e marginalizado em sua cidadania, representatividade e humanidade. E a gente faz MUITA diferença! Pra quem mais precisa. Sem o glamour de algumas, o lifestyle de outras, é uma especialidade encantadora! 💛 #doutormaravilha #wonderdoctor #infectologia #infectolover #Medicina #saudelgbt # #hiv #Aids #MedicinaTropical #Medicina #prephiv #gaysp #saudedamulher #direitoshumanos #loteria #megasena #fcmmg

Vinicius Borges

photo by Vinicius Borges with description
            Hora do projeto retornar. Na última edição tive alguns problemas com disponibilidade de agenda dos participantes portanto agora já informarei a data previamente. Acontecerá em São Paulo, no final de semana dos dias 12 e 13 de outubro. Um projeto tão feliz e que me apresentou pessoas tão apaixonantes precisa continuar. 
PROJETO "Quer jantar comigo?": o que é?

A cada dia como médico, percebo que nada substitui o toque, o olho no olho e o abraço. Por isso não tenho medo de que um dia nós médicos sejamos substituídos por robôs. 😂😂 Portanto, se você é de São Paulo e região, recebeu diagnóstico de

Hora do projeto retornar. Na última edição tive alguns problemas com disponibilidade de agenda dos participantes portanto agora já informarei a data previamente. Acontecerá em São Paulo, no final de semana dos dias 12 e 13 de outubro. Um projeto tão feliz e que me apresentou pessoas tão apaixonantes precisa continuar. PROJETO "Quer jantar comigo?": o que é? A cada dia como médico, percebo que nada substitui o toque, o olho no olho e o abraço. Por isso não tenho medo de que um dia nós médicos sejamos substituídos por robôs. 😂😂 Portanto, se você é de São Paulo e região, recebeu diagnóstico de #hiv ou alguma outra condição, está sofrendo dificuldades por ser #lgbt+ ou está tendo dificuldade com a autoaceitação, tá cheio de dúvidas ou precisa de qualquer ajuda, vamos sair pra conversar? Quem sabe um jantar? Falar sobre o problema torna ele menor. Tudo por minha conta, incluindo transporte. Dependendo do que você gostar de comer! 😂😂 Tentarei dialogar, acolher, agilizar processos e confortar. Infelizmente não posso ajudar materialmente, porque seria antiético. Ultimamente tenho visto que as pessoas estão precisando de amigos de verdade, de alguém que se importe com elas. É o que vou tentar ser. Espero que consigamos aprender juntos. E trocar. Vou tentar priorizar as pessoas com casos mais urgentes e graves. Entrem em contato pela caixa de pergunta do stories do Instagram APENAS se estiverem em SP nessas datas e com disponibilidade para não prejudicar quem realmente quer participar. O sigilo será absoluto. 😘 E comendo as pessoas se abrem mais. Li isso uma vez. 😂🤔 #doutormaravilha #wonderdoctor #querjantarcomigo #hiv #Aids #acolhimento #saudelgbt #saudelgbttqia #infectologia #Medicina #infectologista #direitoshumanos #seremosresistencia #humanizacao #lgbthealth #lgbt #instagay #gaysaopaulo #borajantar #enfermagem #psicologia #cartaparaalemdosmuros #projetoquerjantarcomigo #prephiv #esperanca #medico #saudedamulher #precisamosfalarsobreisso

Vinicius Borges

photo by Vinicius Borges with description
            Vocês contam para os profissionais da saúde que vocês são LGBT+? A gente sabe que sair do armário para um profissional da saúde nos deixa bastante ansiosxs, pelo medo de estigmatização, do descaso e até mesmo de maus tratos durante o atendimento. Já vi presenciei cenas tristes nesta minha carreira, que embora curta, está sendo intensa.

Dados mostram que grande parte dos LGBT+ não contam para seu médico fatos importantes sobre sua afetividade, sua sexualidade e sua identidade de gênero. Ficamos guardadinhxs dentro do armário. Infelizmente nós LGBT+ temos uma grande dificuldade para ter um atendimento e um acolhimento em saúde dignos, em comparação à população cis hétero. Sem levar em conta as desigualdades estruturais, raciais, sociais e físicas que envolvem nossas letrinhas. O que acontece com transexuais e travestis pelas unidades de saúde deste país então, nem se fala. Assusta.

Mas é IMPRESCINDÍVEL que o cuidador conheça fatos importantes da vida do paciente, pois como vamos enxergar "o todo" sem saber quem o paciente é, quem ele ama, com quem ele transa ou se relaciona? A visão fica completamente diferente. Precisamos mudar esta situação, educar melhor os profissionais formados e diminuir o estigma em todas as esferas de cuidado.

Não tratamos doenças. Tratamos doentes. Que precisam ser vistos como um todo.

E acima de tudo, tratamos seres humanos, perfeitxs e lindxs em sua diversidade.

Doutor Maravilha é uma tentativa de deixar as pessoas sairem do armário , no momento em que mais precisam de ajuda. De cuidado. De atenção. De ar!

Vocês contam para os profissionais da saúde que vocês são LGBT+? A gente sabe que sair do armário para um profissional da saúde nos deixa bastante ansiosxs, pelo medo de estigmatização, do descaso e até mesmo de maus tratos durante o atendimento. Já vi presenciei cenas tristes nesta minha carreira, que embora curta, está sendo intensa. Dados mostram que grande parte dos LGBT+ não contam para seu médico fatos importantes sobre sua afetividade, sua sexualidade e sua identidade de gênero. Ficamos guardadinhxs dentro do armário. Infelizmente nós LGBT+ temos uma grande dificuldade para ter um atendimento e um acolhimento em saúde dignos, em comparação à população cis hétero. Sem levar em conta as desigualdades estruturais, raciais, sociais e físicas que envolvem nossas letrinhas. O que acontece com transexuais e travestis pelas unidades de saúde deste país então, nem se fala. Assusta. Mas é IMPRESCINDÍVEL que o cuidador conheça fatos importantes da vida do paciente, pois como vamos enxergar "o todo" sem saber quem o paciente é, quem ele ama, com quem ele transa ou se relaciona? A visão fica completamente diferente. Precisamos mudar esta situação, educar melhor os profissionais formados e diminuir o estigma em todas as esferas de cuidado. Não tratamos doenças. Tratamos doentes. Que precisam ser vistos como um todo. E acima de tudo, tratamos seres humanos, perfeitxs e lindxs em sua diversidade. Doutor Maravilha é uma tentativa de deixar as pessoas sairem do armário , no momento em que mais precisam de ajuda. De cuidado. De atenção. De ar! #doutormaravilha #wonderdoctor #saudelgbt #saude #infectologia #infectologista #ministeriodasaude #gay #lesbian #transgender #queer #saudegay #saudelesbica #saudetrans #hiv #Aids #gaydoctor #prephiv #PEPhiv #direitoshumanos #sexismo #Racismo #lgbtfobia #ativismo #infectologia #saudedamulher #gaydoctor #gaysp

Vinicius Borges

photo by Vinicius Borges with description
            😂😂😂❤️🐻 Quem dera fosse fácil assim!

Anjas, vocês sabiam que muitos desses exames de ‘check up’ são totalmente inúteis do ponto de vista de medicina baseada de evidências e sem indicação pra muitas pessoas? Eu sei que é tentador querer saber como você está de saúde, afinal, ficar doente é tão triste e assustador e tem tanta coisa ruim por aí, mas não adianta sair pedindo exame de tudo quanto é coisa, onerando o SUS, o seu bolso ou o bolso de outras pessoas!

Por exemplo: já vi gente dosando uns nutrientes caríssimos  em pessoas com nenhuma suspeita clínica carencial, fazendo pesquisa de doença rara em gente sem nenhum sintoma e até dosagem de PSA (antígeno prostático) em pessoa sem próstata! 🧐

O ideal é CONHECER o paciente. Fazer um exame físico demorado e detalhado (AMO, vejo até as unhas do pé!) ouvir o paciente da maneira mais espontânea e detalhada possível, perguntar o que ele gosta de fazer, com quem transa, como transa, o que ele come, o que o preocupa, e, a partir daí, indicar exames adicionais.

Vivemos numa época em que informações que poderiam ser obtidas através de uma boa conversa entre profissional e paciente são pedidas através de exames. E exames erram. Exames confundem (se não souber interpretar, não peça!). Exames espoliam sangue e causam até anemia em pacientes muito debilitados.

Sua saúde não é medida apenas por exames. Aliás saúde não é nem medida. É percebida e construída em cada fase das nossas vidas. Não tem nada mais prazeroso pra mim do que revirar um paciente inteirinho, ouvi-lo e no final dizer  que tá tudo bem ou que vai ficar tudo bem. ❤️ Que ele ou ela não está sozinho ou sozinha. 
Ainda não inventaram um procedimento que substituam nossas mãos, nossa atenção e nosso afeto.

Gosto muito de vocês.

😂😂😂❤️🐻 Quem dera fosse fácil assim! Anjas, vocês sabiam que muitos desses exames de ‘check up’ são totalmente inúteis do ponto de vista de medicina baseada de evidências e sem indicação pra muitas pessoas? Eu sei que é tentador querer saber como você está de saúde, afinal, ficar doente é tão triste e assustador e tem tanta coisa ruim por aí, mas não adianta sair pedindo exame de tudo quanto é coisa, onerando o SUS, o seu bolso ou o bolso de outras pessoas! Por exemplo: já vi gente dosando uns nutrientes caríssimos em pessoas com nenhuma suspeita clínica carencial, fazendo pesquisa de doença rara em gente sem nenhum sintoma e até dosagem de PSA (antígeno prostático) em pessoa sem próstata! 🧐 O ideal é CONHECER o paciente. Fazer um exame físico demorado e detalhado (AMO, vejo até as unhas do pé!) ouvir o paciente da maneira mais espontânea e detalhada possível, perguntar o que ele gosta de fazer, com quem transa, como transa, o que ele come, o que o preocupa, e, a partir daí, indicar exames adicionais. Vivemos numa época em que informações que poderiam ser obtidas através de uma boa conversa entre profissional e paciente são pedidas através de exames. E exames erram. Exames confundem (se não souber interpretar, não peça!). Exames espoliam sangue e causam até anemia em pacientes muito debilitados. Sua saúde não é medida apenas por exames. Aliás saúde não é nem medida. É percebida e construída em cada fase das nossas vidas. Não tem nada mais prazeroso pra mim do que revirar um paciente inteirinho, ouvi-lo e no final dizer que tá tudo bem ou que vai ficar tudo bem. ❤️ Que ele ou ela não está sozinho ou sozinha. Ainda não inventaram um procedimento que substituam nossas mãos, nossa atenção e nosso afeto. Gosto muito de vocês. #doutormaravilha #wonderdoctor #saudelgbt #saudedamulher #saudedoidoso #Sexualidade #hiv #Aids #infectologia #Medicina #enfermagem #psicologia #fisioterapia #orgulholgbt #medicoepaciente #exames #checkupmedico #tudograma #biomedicina #laboratorio

Vinicius Borges

photo by Vinicius Borges with description
            Cada pessoa pode sim ter seu desejo. Ninguém escolhe quem faz seu pescoço virar na rua. Mas alguns padrões são inalcançáveis, adoecedores e muitas vezes tentam passar por naturais.  Quando não são.

E, por que, aliás, falar do que não de atrai? Fale do que te atrai. Gosto de gente musculosa (não ‘ odeio magros e gordinhos’), com poucos pelos (não ‘nojo de gente peluda’), que sejam mais masculinos (não ‘ afeminados nem chamem’). É uma linha tênue mas um discurso não-violento faz um mundo mais pacífico, saudável e humanizado.

E não tente adaptar seu corpo pra agradar os outros. Já vi homem que se depilou todo porque o cara do aplicativo disse que era a condição pra eles ficarem juntos, o lance foi péssimo e depois a pessoa se sentiu um lixo. Óbvio que ia se sentir. Começou errado desde o começo.

Mulheres sofrem também com pressões e objetificações diariamente, principalmente depois do casamento. ‘Casou, engordou!’, ‘Não se cuida mais’ e outras agressões.

Pessoas não são produtos, nem peças de Lego pra você montar como quiser. Acredito no desejo, no tesão, mas também acredito que anos de evolução nos fizeram ser movidos mais pela empatia e envolvimento que por puro instinto. Não coloque seus valores em coisas que não vão durar. Não trate as pessoas de qualquer jeito. Não deixe pra aprender isso tarde demais.

Já viveram algo parecido? Qual a opinião de vocês?

Pessoa que me inspirou na reflexão e amor da minha vida: Antônio Amarante @amarante.arc

Cada pessoa pode sim ter seu desejo. Ninguém escolhe quem faz seu pescoço virar na rua. Mas alguns padrões são inalcançáveis, adoecedores e muitas vezes tentam passar por naturais. Quando não são. E, por que, aliás, falar do que não de atrai? Fale do que te atrai. Gosto de gente musculosa (não ‘ odeio magros e gordinhos’), com poucos pelos (não ‘nojo de gente peluda’), que sejam mais masculinos (não ‘ afeminados nem chamem’). É uma linha tênue mas um discurso não-violento faz um mundo mais pacífico, saudável e humanizado. E não tente adaptar seu corpo pra agradar os outros. Já vi homem que se depilou todo porque o cara do aplicativo disse que era a condição pra eles ficarem juntos, o lance foi péssimo e depois a pessoa se sentiu um lixo. Óbvio que ia se sentir. Começou errado desde o começo. Mulheres sofrem também com pressões e objetificações diariamente, principalmente depois do casamento. ‘Casou, engordou!’, ‘Não se cuida mais’ e outras agressões. Pessoas não são produtos, nem peças de Lego pra você montar como quiser. Acredito no desejo, no tesão, mas também acredito que anos de evolução nos fizeram ser movidos mais pela empatia e envolvimento que por puro instinto. Não coloque seus valores em coisas que não vão durar. Não trate as pessoas de qualquer jeito. Não deixe pra aprender isso tarde demais. Já viveram algo parecido? Qual a opinião de vocês? Pessoa que me inspirou na reflexão e amor da minha vida: Antônio Amarante @amarante.arc #doutormaravilha #wonderdoctor #saudelgbt #aplicativos #saudedamulher #Medicina #psicologia #grindrbrasil #discursonaoviolento #sexulidade #genero #hiv #infectologia #quebrandootabu #padroes

Vinicius Borges

Obrigado Deusa por reunir duas das minhas paixões numa iniciativa linda dessas: arte drag e pessoas com síndrome de down! ❤️🐻🏳️‍🌈Conheça o @dragsyndrome, um coletivo queer britânico de drag queens e kings, super talentosos e carismáticas, que fazem apresentações pelo mundo! Pra aproveitar, deixei algumas dicas importantes de como se referir a pessoas com síndrome de down e evitar estereótipos. 🧸 #doutormaravilha #wonderdoctor #artedrag #dragsyndrome #dragqueens #dragkings #saudelgbt #movimentodown #sindromededown #downsyndrome #Medicina #infectologia #direitoshumanos

Vinicius Borges

photo by Vinicius Borges with description
            🇦🇷🐻💛 Vocês acompanharam minhas vacaciones, são extremamente gentis comigo e ontem me emocionaram no meu dia de abelha 🐝

🇦🇷🐻💛 Vocês acompanharam minhas vacaciones, são extremamente gentis comigo e ontem me emocionaram no meu dia de abelha 🐝 #beeday Vocês merecem um regalo porteño! Kit Sabor Argentina 1) Uma garrafa de vinho argentino Merlot 2) 2 caixas de alfajores Madero com 12 unidades cada 3) Dois doces de leite Santo Ignacio Nada disso engorda, nem te deixa bêbado. Só se você ingerir. 🤣😉 Basta curtir o post e marcar alguém que ainda não me segue e pode curtir e utilizar o conteúdo da página. Daí vocês dividem os presentes. 😊Tô querendo deixar isso aqui mais profissional, por vocês, pelo respeito que têm comigo, mas sem ficar um cara artificial e metido. Humildade sempre. É isso, Chicas e chicos! Vou mandar pra vocês pelo Sedex. ✉️ Muito obrigado por cada mensagem de carinho. Vocês são umas gracinhas do Doutor Urso. #doutormaraviha #wonderdoctor #saudelgbt #saudedamulher #saudedoidoso #sorteio #seguidores #Medicina #infectologia #gaydoctor #gaysp #hiv #direitoshumanos #doutorurso #argentina #brasilargentina #alfajor #vinoargentino #ducedeleche

Vinicius Borges

photo by Vinicius Borges with description
            Homotransfobia é crime!

Literatura é arte e um direito.

Ontem, o prefeito Marcelo Crivella afirmou que havia decidido mandar recolher dos estandes o livro em quadrinhos Vingadores: A Cruzada das Crianças – dois dos personagens são gays:

Homotransfobia é crime! Literatura é arte e um direito. Ontem, o prefeito Marcelo Crivella afirmou que havia decidido mandar recolher dos estandes o livro em quadrinhos Vingadores: A Cruzada das Crianças – dois dos personagens são gays: #Hulkling e #Wiccan. A declaração de Crivella impulsionou a venda do livro e todos os exemplares disponíveis foram comprados na manhã de hoje. 😂😂😂🧸 Bem feito! #doutormaravilha #wonderdoctor #saudelgbt #homofobia #crivellahomofobico #OsVingadores #gaycharacters #literaturalgbt #Racismo #bienaldolivro #bienaldorio #orgulholgbt

Ambulatório PrEP SUS Floripa

photo by Ambulatório PrEP SUS Floripa with description
            Repost @doutormaravilha
・・・
Monogamia presumida é garantia de zero chance de IST's?

Será?

Sem querer fazer julgamentos de valores ou comportamentos, já vi muitas pessoas casadas tendo diagnóstico de HIV, sífilis e outras IST’s. E achavam que tinham zero risco. Isso não existe. Todos somos vulneráveis.

As estratégias de prevenção combinada têm como princípio o AUTOgerenciamento de risco. Ou seja, ele parte de você! Não espere do outro! O diálogo sincero também ajuda.

Se for ter relações extraconjugais, o ideal seria utilizar preservativo. Cuidar da pessoa que está com você. Consigo compreender o desejo mas não a deslealdade (não do sentido biológico  de transmissão de infecções, mas naquele de confiança mútua  e fechamento de acordos). Muitos pacientes, por exemplo, mesmo em

#Repost @doutormaravilha ・・・ Monogamia presumida é garantia de zero chance de IST's? Será? Sem querer fazer julgamentos de valores ou comportamentos, já vi muitas pessoas casadas tendo diagnóstico de HIV, sífilis e outras IST’s. E achavam que tinham zero risco. Isso não existe. Todos somos vulneráveis. As estratégias de prevenção combinada têm como princípio o AUTOgerenciamento de risco. Ou seja, ele parte de você! Não espere do outro! O diálogo sincero também ajuda. Se for ter relações extraconjugais, o ideal seria utilizar preservativo. Cuidar da pessoa que está com você. Consigo compreender o desejo mas não a deslealdade (não do sentido biológico de transmissão de infecções, mas naquele de confiança mútua e fechamento de acordos). Muitos pacientes, por exemplo, mesmo em #relacionamentos estáveis #monogâmicos, continuam usando a camisinha e se testando para IST's para não transferirem a responsabilidade do seu cuidado para o outro. Vejo também isso em relacionamentos #sorodiferentes (uma pessoa vivendo com HIV e a outra não). Já que quando o parceiro está #indetectável, o outro não precisaria utilizar a PrEP (profilaxia pré-exposição para o HIV). Mas mesmo assim alguns parceiros a utilizam pra gerirem seu próprio risco. E vocês, o que acham? Quem deve tomar as rédeas da prevenção? #doutormaravilha #wonderdoctor #saudelgbt #ists #dsts #saudedamulher #prephiv #PEPhiv #lgbthealth #saudegay #hiv #Aids #prevencaocombinada

Vinicius Borges

photo by Vinicius Borges with description
            Cara deputada,

A falta  de diálogo, de respeito e de educação sobre sexualidade e diversidade é justamente o que aumenta a epidemia de HIV entre jovens.

Que menino gay de 15 anos teve a chance de  se sentar à mesa com seus pais e conversar sobre sua sexualidade sem medo de ser punido ou rechaçado?

Que escola aborda cuidados de saúde LGBT sem partir do princípio que todo mundo na sala é hétero e cis?

Que pessoa trans teve abertura para falar sobre sua identidade com sua família, sendo respeitada e aceita de maneira contundente desde sua mais tenra infância?

Nós LGBT temos uma sexualidade que é invisibilizada e vista como suja desde sempre. A gente cresce achando que tem algo errado, sofre todo tipo de preconceito e vivenciamos nossas primeiras experiências sexuais de maneira escondida, desprotegida e às vezes até traumática.

Nossos pais não nos aceitam. Os profissionais da saúde não nos enxergam. E a sociedade nos oprime. E ainda vem discursos de pessoas como você demonstrando ainda mais crueldade e ignorância sobre nossos corpos.

Não somos grupos de risco para HIV. Como ninguém é. Mas a estrutura social, política e de gênero perpetuada por pensamentos como o seu nos colocam sim em risco diariamente: por violência, depressão e morte. 
Jovens continuarão a se infectar enquanto acharem que sua sexualidade é doentia, é pecado, e que por isso ela deve ser vivenciada de maneira fragmentada e sem o mínimo de orientação e aconselhamento.

Cara deputada, A falta de diálogo, de respeito e de educação sobre sexualidade e diversidade é justamente o que aumenta a epidemia de HIV entre jovens. Que menino gay de 15 anos teve a chance de se sentar à mesa com seus pais e conversar sobre sua sexualidade sem medo de ser punido ou rechaçado? Que escola aborda cuidados de saúde LGBT sem partir do princípio que todo mundo na sala é hétero e cis? Que pessoa trans teve abertura para falar sobre sua identidade com sua família, sendo respeitada e aceita de maneira contundente desde sua mais tenra infância? Nós LGBT temos uma sexualidade que é invisibilizada e vista como suja desde sempre. A gente cresce achando que tem algo errado, sofre todo tipo de preconceito e vivenciamos nossas primeiras experiências sexuais de maneira escondida, desprotegida e às vezes até traumática. Nossos pais não nos aceitam. Os profissionais da saúde não nos enxergam. E a sociedade nos oprime. E ainda vem discursos de pessoas como você demonstrando ainda mais crueldade e ignorância sobre nossos corpos. Não somos grupos de risco para HIV. Como ninguém é. Mas a estrutura social, política e de gênero perpetuada por pensamentos como o seu nos colocam sim em risco diariamente: por violência, depressão e morte. Jovens continuarão a se infectar enquanto acharem que sua sexualidade é doentia, é pecado, e que por isso ela deve ser vivenciada de maneira fragmentada e sem o mínimo de orientação e aconselhamento. #doutormaravilha #wonderdoctor #hiv #Aids #saudelgbt #Medicina #carlazambelli #orgulholgbt #lgbtbrasil #hiventrejovens #saudedosjovens #jovenslgbt #homofobia #sorofobia #felipeneto

Vinicius Borges

photo by Vinicius Borges with description
            Quem vai ao médico vai porque precisa, não pra passar o tempo. Uma das piores sensações da vida é receber um tratamento frio e preconceituoso de quem deveria te ajudar.

Estejam atentos aos profissionais que vocês buscam. Tem gente preconceituosa, tem gente só interessada em pink money, tem gente que não nasceu pra cuidar de gente.

Cobrem mudanças, não se calem, só assim os serviços melhoram!

Quem vai ao médico vai porque precisa, não pra passar o tempo. Uma das piores sensações da vida é receber um tratamento frio e preconceituoso de quem deveria te ajudar. Estejam atentos aos profissionais que vocês buscam. Tem gente preconceituosa, tem gente só interessada em pink money, tem gente que não nasceu pra cuidar de gente. Cobrem mudanças, não se calem, só assim os serviços melhoram! #doutormaravilha #wonderdoctor #saudelgbt #preconceito #homofobia #Medicina #infectologia #coloproctologia #saudedamulher #direitoshumanos #SUS #equidade #gaysp #lgbtbrasil #hiv #Aids #Estigma #enfermagem #psicologia

Vinicius Borges

photo by Vinicius Borges with description
            Edit: sexualidade E gênero 
Em pleno século XXI temos profissionais de saúde ainda com dificuldade para entender uma coisa tão simples. 
Um homem trans faz sim preventivo, exame ginecológico e tudo mais.

Uma mulher trans ou travesti, principalmente se não redesignada, pode ter doenças específicas do pênis e próstata, e precisar de acompanhamento urológico. E afinal na urologia se olha todo o trato urinário, não só pênis. E também do ginecologista/mastologista para ver questões da mama. 
Não é o genital que define a sexualidade. Não é a vagina/vulva que faz uma mulher mulher. Ou um penis que faz um homem homem.

E ainda temos não-bináries e interssexuais: o cuidado deve ser focado na pessoa humana e não em partes do corpo.

Edit: sexualidade E gênero Em pleno século XXI temos profissionais de saúde ainda com dificuldade para entender uma coisa tão simples. Um homem trans faz sim preventivo, exame ginecológico e tudo mais. Uma mulher trans ou travesti, principalmente se não redesignada, pode ter doenças específicas do pênis e próstata, e precisar de acompanhamento urológico. E afinal na urologia se olha todo o trato urinário, não só pênis. E também do ginecologista/mastologista para ver questões da mama. Não é o genital que define a sexualidade. Não é a vagina/vulva que faz uma mulher mulher. Ou um penis que faz um homem homem. E ainda temos não-bináries e interssexuais: o cuidado deve ser focado na pessoa humana e não em partes do corpo. #doutormaravilha #wonderdoctor #saudelgbt #saudetrans #mulhertrans #travesti #homemtrans #transfobia #Medicina #Ginecologia #urologia #direitoshumanos #saudesexual #infectologia #orgulholgbt

Vinicius Borges

photo by Vinicius Borges with description
            Janela diagnóstica é o tempo desde a infecção até o aparecimento de anticorpos ou antígenos no organismo que permitem o diagnóstico de uma infecção sexualmente transmissível.

Varia muito de acordo com os métodos empregados, mas fiz essa colinha pra ajudar vocês. Não adianta transar ontem e já querer fazer os exames três dias depois, o exame vai servir para exposições passadas. Mas vale a pena sim fazer exame após uma exposição de risco aumentado (preservativo rompeu? Não usou) para se beneficiar da PEP (Profilaxia pós-exposição para o HIV), que deve ser iniciada em até 72h. 🐻💛

Janela diagnóstica é o tempo desde a infecção até o aparecimento de anticorpos ou antígenos no organismo que permitem o diagnóstico de uma infecção sexualmente transmissível. Varia muito de acordo com os métodos empregados, mas fiz essa colinha pra ajudar vocês. Não adianta transar ontem e já querer fazer os exames três dias depois, o exame vai servir para exposições passadas. Mas vale a pena sim fazer exame após uma exposição de risco aumentado (preservativo rompeu? Não usou) para se beneficiar da PEP (Profilaxia pós-exposição para o HIV), que deve ser iniciada em até 72h. 🐻💛 #doutormaravilha #wonderdoctor #Medicina #infectologia #janeladiagnostica #janelasorologica #hiv #sifilis #hepatite #lgbt #saudedamulher #saudelgbt #saudedoidoso #gaysp #homensgays #saudepublica #PEPhiv #prephiv #ists #dsts

Vinicius Borges

photo by Vinicius Borges with description
            "- Doutor Maravilha, você também vai tomar a PrEP?" "- Vai transar sem preservativo, né safadinho?! 😂" "- Pra quê serve isso?" Ultimamente tenho recebido uma enxurrada de perguntas acerca deste assunto que gosto tanto, a

"- Doutor Maravilha, você também vai tomar a PrEP?" "- Vai transar sem preservativo, né safadinho?! 😂" "- Pra quê serve isso?" Ultimamente tenho recebido uma enxurrada de perguntas acerca deste assunto que gosto tanto, a #prevenção do HIV/AIDS, no que concerne à PrEP (Profilaxia Pré-Exposição). E sim: eu, #médico, #infectologista, #gay, que fiz usos repetidos de #PEPhiv (profilaxia pós-exposição) nos últimos tempos, tenho indicação de utilizar mais esta ferramenta. Pertenço à uma das populações-chave para esta abordagem. E então, por que não usar? O exemplo é o melhor argumento. A PrEP na verdade é algo que pode ser utilizada por qualquer pessoa (salvo as contra-indicações formais), como uma maneira de prevenção do HIV, mas no Brasil, como estratégia de saúde pública via #SUS, está inicialmente indicada para 4 grupos prioritários: 1 - #gays e outros #HSH (Homens que fazem sexo com homens) que tenham tido alguma IST (infecção sexualmente transmissível) nos últimos meses ou utilizado PEP de forma recorrente; 2 - Pessoas #trans e #travestis; 3 - Trabalhadorxs do #Sexo; 4 - Casais #sorodiferentes (principalmente naqueles em que umx dos parceirxs ainda não está indetectável). Não, não existe grupo de risco! Mas existem pessoas que podem estar circunstancial ou estruturalmente mais vulneráveis a se infectarem. Não, a PrEP não substitui preservativo. Ela protege apenas contra o HIV (e diga-se de passagem muito eficazmente) mas não é para ser utilizada isoladamente. Temos maneiras diferentes de experienciar nossa sexualidade, portanto cada umx deve se autoanalisar, procurar um serviço de referência e optar pela melhor forma (ou formas) de prevenção. #Sexualidade é algo dinâmico. Posso sim usar PrEP um tempo. Usar #preservativo junto. Ou não. O importante é que tenha acompanhamento interdisciplinar em #saúde e me teste regularmente para o HIV e outras #ist s. O assunto é vasto e postarei vídeo novo, além de uma #live sobre o assunto. Já tem material no no YouTube @doutormaravilha! ☁️💛 #doutormaravilha #hiv #Aids #prephiv #combinarrola #homensgays #saudelgbt #gaysp #instagay #infectologia #Medicina #saudedamulher

Vinicius Borges

photo by Vinicius Borges with description
            Onde compra a aliança?? 😂🐻❤️ 🤦🏻‍♂️🤦🏻‍♂️🤦🏻‍♂️ Mano, pouco me importa em quem você votou, quem você apoia, se já havia destruição na época do PT ou do diabo a quatro!

Nosso presidente agora (infelizmente) é ele! Temos que cobrar dele!!! Parem de falar que tudo é culpa do PT! O presidente de todos agora é este cara e então é dele que devemos cobrar uma posição! Sejam minimamente sensatos.

Vocês nesta postura infantil e passiva tão colocando a vida e o futuro de várias pessoas e espécies em jogo! E a única argumentação que vocês têm é de falar mal de outras pessoas que nem estão no poder mais! A Amazônia não é do Bolsonaro! É sua! É minha! É nossa!!! Já é tarde pra vocês acordarem. Tô só tentando evitar o tarde demais.

Onde compra a aliança?? 😂🐻❤️ 🤦🏻‍♂️🤦🏻‍♂️🤦🏻‍♂️ Mano, pouco me importa em quem você votou, quem você apoia, se já havia destruição na época do PT ou do diabo a quatro! Nosso presidente agora (infelizmente) é ele! Temos que cobrar dele!!! Parem de falar que tudo é culpa do PT! O presidente de todos agora é este cara e então é dele que devemos cobrar uma posição! Sejam minimamente sensatos. Vocês nesta postura infantil e passiva tão colocando a vida e o futuro de várias pessoas e espécies em jogo! E a única argumentação que vocês têm é de falar mal de outras pessoas que nem estão no poder mais! A Amazônia não é do Bolsonaro! É sua! É minha! É nossa!!! Já é tarde pra vocês acordarem. Tô só tentando evitar o tarde demais. #doutormaravilha #wonderdoctor #paremobolsonaro #amazonianasruas #prayforbrazil #bolsominions #aculpaedopt #bolsominionsarrependidos #342amazonia #sosamazonia #gaysp #gaybrasileiro #gaysp #ldrv #sabadou #homensgays #hojetem #instamodel #saudelgbt #saudedamulher

Vinicius Borges

photo by Vinicius Borges with description
            Tem mulher que usa PrEP porque tá querendo engravidar e o parceiro tá com HIV ainda detectável 
Tem gente que usa PrEP porque faz programa e nem sempre o uso do preservativo é uma opção 
Tem gente que usa PrEP porque quer se sentir mais protegido ou já teve de usar PEP várias vezes

Tem gente que usa porque quer transar sem capa mesmo 
E o melhor: ninguém tá errado!

Glossário

PrEP (Profilaxia Pré-Exposição para o HIV): um comprimido ao dia que tomado corretamente diminui drasticamente as chances de infecção pelo vírus causador da AIDS

PEP (Profilaxia Pós-Exposição): geralmente dois comprimidos que você deve tomar por 28 dias após já ter tido uma exposição (sexo sem preservativo, preservativo rompido, abuso) para evitar s infecção pelo HIV. Deve ser iniciada em até 72h.

Tem mulher que usa PrEP porque tá querendo engravidar e o parceiro tá com HIV ainda detectável Tem gente que usa PrEP porque faz programa e nem sempre o uso do preservativo é uma opção Tem gente que usa PrEP porque quer se sentir mais protegido ou já teve de usar PEP várias vezes Tem gente que usa porque quer transar sem capa mesmo E o melhor: ninguém tá errado! Glossário PrEP (Profilaxia Pré-Exposição para o HIV): um comprimido ao dia que tomado corretamente diminui drasticamente as chances de infecção pelo vírus causador da AIDS PEP (Profilaxia Pós-Exposição): geralmente dois comprimidos que você deve tomar por 28 dias após já ter tido uma exposição (sexo sem preservativo, preservativo rompido, abuso) para evitar s infecção pelo HIV. Deve ser iniciada em até 72h. #doutormaravilha #wonderdoctor #hiv #Aids #prep #PEP #PEPhiv #prephiv #combinarrola #binav #saudelgbt #saudedamulher #lanadelrey #DoinTime #lanagigante #Sexualidade #Medicina #infectologia #homensgays #bissexuais #travestis #ldrv

Vinicius Borges

photo by Vinicius Borges with description
            Impactante, né? Desde ontem quando me deparei com esta imagem e passei a investigar a história do Coral gay de São Francisco, eu não consigo parar de pensar nisso.
Nós quase fomos dizimados pela AIDS. Perdemos amigos, artistas, família. Toda vezes que eu encontro um infectologista mais velho ou um homem gay mais velho eu fico arrepiado com as histórias. Foi algo assustador. A AIDS teve seu preço, os membros do coral usavam concertos como uma maneira de chamar a atenção do público pra epidemia. A música do grupo ficou mais sombria e triste com o passar dos anos . O coro também se tornou um local para os membros falarem abertamente sobre HIV e AIDS. Eles compartilhavam dicas sobre como entrar em ensaios clínicos de medicamentos e amigos cantavam serenata até os últimos suspiros. Para os homens que lutavam por suas vidas, muitas vezes sozinhos e ou filhos de pais que haviam virado as costas para crianças gays, o coro se tornou uma família. 
Quando perguntam porque a comunidade gay ainda está se redescobrindo, procurando se definir em sua identidade, aí está a resposta: perdemos uma geração inteira. Tivemos de nos reinventar. 
E vamos vencer. 🏳️‍🌈

Impactante, né? Desde ontem quando me deparei com esta imagem e passei a investigar a história do Coral gay de São Francisco, eu não consigo parar de pensar nisso. Nós quase fomos dizimados pela AIDS. Perdemos amigos, artistas, família. Toda vezes que eu encontro um infectologista mais velho ou um homem gay mais velho eu fico arrepiado com as histórias. Foi algo assustador. A AIDS teve seu preço, os membros do coral usavam concertos como uma maneira de chamar a atenção do público pra epidemia. A música do grupo ficou mais sombria e triste com o passar dos anos . O coro também se tornou um local para os membros falarem abertamente sobre HIV e AIDS. Eles compartilhavam dicas sobre como entrar em ensaios clínicos de medicamentos e amigos cantavam serenata até os últimos suspiros. Para os homens que lutavam por suas vidas, muitas vezes sozinhos e ou filhos de pais que haviam virado as costas para crianças gays, o coro se tornou uma família. Quando perguntam porque a comunidade gay ainda está se redescobrindo, procurando se definir em sua identidade, aí está a resposta: perdemos uma geração inteira. Tivemos de nos reinventar. E vamos vencer. 🏳️‍🌈 #doutormaravilha #wonderdoctor #sanfranciscochoir #sanfrancisco #gaychoir #coral #hiv #Aids #infectologia #Medicina #saudelgbt #ists #homensgays #Epidemia #sanfrancisco #orgulholgbt #orgulhogay

Vinicius Borges

photo by Vinicius Borges with description
            É estranho pensar que já faz oito meses que deixei o Tocantins e me mudei pra São Paulo. As coisas na minha vida acontecem tão rápido, as mudanças são tão bruscas que às vezes eu fico até zonzo e penso em uma labirintopatia.

Nunca estive cercado de profissionais tão competentes, dedicados e pesquisadores tão exímios. É a excelência de São Paulo. Mas os rincões do país também possuem excelência, sobretudo humana. Complementam-se.

Acredito que a formação de um bom médico é muito mais centrada na formação de caráter que uma formação técnica. Muitos são técnicos, poucos são cuidadores. De qualquer maneira estou cada dia mais afastado de situações e pessoas tóxicas, mais espontâneo e centrado no que realmente importa pra mim, sem tentar me encaixar em nenhum padrão. O padrão sou eu. Os amigos de São Paulo de hoje, os do Tocantins e o de Minas têm me ajudado nesta diferenciação. Estou cercado de pessoas que admiro e que praticamente não estão nas redes socais. Um mundo paralelo mais afável, mais real e mais altruísta. 
É bom olhar pela janela e ver que a vida acontece da maneira mais bonita  na vida das pessoas  mais simples. 
E que elas não são completamente cientes disso. 🌾🌱

É estranho pensar que já faz oito meses que deixei o Tocantins e me mudei pra São Paulo. As coisas na minha vida acontecem tão rápido, as mudanças são tão bruscas que às vezes eu fico até zonzo e penso em uma labirintopatia. Nunca estive cercado de profissionais tão competentes, dedicados e pesquisadores tão exímios. É a excelência de São Paulo. Mas os rincões do país também possuem excelência, sobretudo humana. Complementam-se. Acredito que a formação de um bom médico é muito mais centrada na formação de caráter que uma formação técnica. Muitos são técnicos, poucos são cuidadores. De qualquer maneira estou cada dia mais afastado de situações e pessoas tóxicas, mais espontâneo e centrado no que realmente importa pra mim, sem tentar me encaixar em nenhum padrão. O padrão sou eu. Os amigos de São Paulo de hoje, os do Tocantins e o de Minas têm me ajudado nesta diferenciação. Estou cercado de pessoas que admiro e que praticamente não estão nas redes socais. Um mundo paralelo mais afável, mais real e mais altruísta. É bom olhar pela janela e ver que a vida acontece da maneira mais bonita na vida das pessoas mais simples. E que elas não são completamente cientes disso. 🌾🌱 #doutormaravilha #wonderdoctor #reflexões #tocantins #sãopaulo #minasgerais #mudanças #Medicina #infectologia #infectologista #saudelgbt #saudedamulher #saudedoidoso #loveislove #psicologia #amadurecimento #pedrafurada #belezasdobrasil

Vinicius Borges

photo by Vinicius Borges with description
            O Brasil está incluso na proposta para um novo teste de vacinas contra o HIV. O estudo está em fase III e, em breve, terá andamento para homens que fazem sexo com homens e pessoas transexuais. A pesquisa, chamada Mosaico, avaliará um esquema de quatro doses de uma vacina projetada para fornecer proteção contra as diferentes variedades de HIV em todo o mundo.“Estamos comprometidos em garantir que os resultados dos testes de vacina contra o HIV sejam generalizáveis ​​para as populações que carregam o maior fardo da infecção pelo HIV”, disse a Dra. Susan Buchbinder, presidente do protocolo Mosaico e diretora do Bridge HIV no Departamento de Saúde Pública de São Francisco.

Dra. Susan apresentou o estudo durante a 10ª Conferência do IAS sobre Ciência do HIV (IAS 2019), na Cidade do México. Uma série de estudos anteriores foram realizados em macacos, e começou há 15 anos. Estes estudos refinaram a ideia da composição de uma vacina e determinaram o regime de dosagem mais eficaz.

A vacina a ser testada usa um vetor de adenovírus, que é um parente inofensivo do vírus do resfriado comum, para fornecer antígenos que estimulam as respostas imunes. “Essa combinação de antígenos não é encontrada em nenhum vírus individual, mas sim em fragmentos de vírus diferentes”, explica. A Mosaico avaliará a vacina selecionada em 3.800 homens transgênero que fazem sexo com homens e transexuais, com idades entre 18 e 60 anos, que vivem na América do Norte, América do Sul e Europa, onde o HIV do subtipo B é predominante. Serão 24 centros de estudo nos EUA, nove no Brasil, cinco no Peru, quatro na Argentina e três no México. Na Europa estão na lista a Espanha, Itália e Polônia . Susan disse que as inscrições devem começar já em setembro.

Via

O Brasil está incluso na proposta para um novo teste de vacinas contra o HIV. O estudo está em fase III e, em breve, terá andamento para homens que fazem sexo com homens e pessoas transexuais. A pesquisa, chamada Mosaico, avaliará um esquema de quatro doses de uma vacina projetada para fornecer proteção contra as diferentes variedades de HIV em todo o mundo.“Estamos comprometidos em garantir que os resultados dos testes de vacina contra o HIV sejam generalizáveis ​​para as populações que carregam o maior fardo da infecção pelo HIV”, disse a Dra. Susan Buchbinder, presidente do protocolo Mosaico e diretora do Bridge HIV no Departamento de Saúde Pública de São Francisco. Dra. Susan apresentou o estudo durante a 10ª Conferência do IAS sobre Ciência do HIV (IAS 2019), na Cidade do México. Uma série de estudos anteriores foram realizados em macacos, e começou há 15 anos. Estes estudos refinaram a ideia da composição de uma vacina e determinaram o regime de dosagem mais eficaz. A vacina a ser testada usa um vetor de adenovírus, que é um parente inofensivo do vírus do resfriado comum, para fornecer antígenos que estimulam as respostas imunes. “Essa combinação de antígenos não é encontrada em nenhum vírus individual, mas sim em fragmentos de vírus diferentes”, explica. A Mosaico avaliará a vacina selecionada em 3.800 homens transgênero que fazem sexo com homens e transexuais, com idades entre 18 e 60 anos, que vivem na América do Norte, América do Sul e Europa, onde o HIV do subtipo B é predominante. Serão 24 centros de estudo nos EUA, nove no Brasil, cinco no Peru, quatro na Argentina e três no México. Na Europa estão na lista a Espanha, Itália e Polônia . Susan disse que as inscrições devem começar já em setembro. Via #agênciaaids #doutormaravilha #wonderdoctor #saudelgbt #hiv #Aids #infectologia #Medicina #saudedamulher #Sexualidade #dsts #ists #gaysp #vacinahiv #HIVvaccine #estudomosaico #mosaico

Vinicius Borges

photo by Vinicius Borges with description
            🐻😒😂 (tô amando vocês me chamarem de ‘doutor urso’, acho que vou adotar kkkk)

Quem conhece a

🐻😒😂 (tô amando vocês me chamarem de ‘doutor urso’, acho que vou adotar kkkk) Quem conhece a #Gouinage? É um termo em francês que inicialmente designava o sexo entre #lésbicas, mas que atualmente representa as várias formas de prazer sem penetração. 🤤🤤🤤 Não é preliminar. Preliminar pressupõe algo que antecede o ato principal. É sexo em si. E extremamente prazeroso. Não é apenas masturbar o crush. Mas pode ser também. Ficar um tempão um masturbando o outro ou a outra, vendo um filme pornô quem sabe, se abraçando, se beijando... ☁️💛 #dirtytalk (amo!rs) #Fetiches. Muito sexo oral. Carinho. #cuddling (minha vida 🐻🐻) É estimular todos os sentidos: visando não só o orgasmo, mas sentir prazer pelo máximo de tempo possível. O olhar, o olfato, o toque, a audição. Mamilos, pés, axilas, pescoço, costas. São muitas possibilidades. Nem todas pessoas curtem penetração, principalmente anal. Ou às vezes não estão no clima, com tempo (amo #rapidinhas) ou preparados pra isso. Gouinage é uma alternativa e tanto além de também ter um risco substancialmente menor de transmissão de IST's ( mas tem!) Permitam-se explorar seus corpos, seus sentidos. Nenhum sexo é mais sexo que o outro. Ou melhor. Tudo depende da sintonia e entrega de quem faz. Aproveitem o fim de semana. ✨ #doutormaravilha #wonderdoctor #saudelgbt #sexualidadefeminina #Sexualidade #sexosempenetracao #Gouine #gouinebrasil #lgbt #transisbeautiful #instagay #gaybrasil #gaybear #woof #gaysp #homensgays #gouinebrasil #Medicina #infectologista #grumpybear #doutorurso

Vinicius Borges

photo by Vinicius Borges with description
            Todo mundo sempre me perguntava: Doutor Maravilha, por que você não tem consultório particular? Doutor Maravilha, onde você atende?

Trabalho há 7 anos e nunca tive consultório. Chegou a hora. Amadureci o suficiente.

Eu sempre tive uma certa desconfiança de

Todo mundo sempre me perguntava: Doutor Maravilha, por que você não tem consultório particular? Doutor Maravilha, onde você atende? Trabalho há 7 anos e nunca tive consultório. Chegou a hora. Amadureci o suficiente. Eu sempre tive uma certa desconfiança de #consultório privado, pois minha filosofia de trabalho foi toda pelo e para o #SUS. E tenho pavor de médico celebrity picareta. Já trabalhei em Minas Gerais, Tocantins, São Paulo, dos prontos-socorros e enfermarias mais caóticos aos ambulatórios mais organizados. De população indígena a bairros nobres de São Paulo. Conclusão: você pode fazer a diferença em todo lugar! Realmente existe uma demanda grande para profissionais diferenciados e empáticos que procuram enxergar o paciente como um todo, principalmente dentro das áreas de clínica médica e #infectologia. Com #hiv/ #Aids então, nem se fala. Será a primeira vez na minha vida que seremos só o paciente e eu, sem nenhuma instituição me cobrando ou me vigiando, em que eu poderei ser o médico que sempre quis ser e fazer tudo ao meu alcance pelo bem dos meus pacientes. Estou realmente emocionado. Continuarei atendendo gratuitamente pessoas carentes vivendo com HIV pela Fundação Lá em Casa e terei agora mais essa opção pra quem realmente deseja um acompanhamento comigo. Que a Luz nos guie e que nós possamos crescer, aprender e melhorar juntos. Telefone para marcação de consultas: (11) 3230 0859 Não atendo convênio! Será um valor honesto e vocês podem pedir reembolso também com a nota. Av. Angélica, 2491. 9 andar. É isso, anjas. #doutormaravilha #wonderdoctor #infectologista #infectologia #infectolovers #saudelgbt #lgbthealth #gaysp #gaybh #gayrio

Vinicius Borges

photo by Vinicius Borges with description
            Atenção anjas e anjos também tutupom!

Nossa próxima LIVE dessa quarta dia 11/09/2019, às 20h horário de Brasília, terei a participação mais que especial do querido ‘Tio Francisco’ @fgnico! Um homem de luz, que após receber o diagnóstico de HIV, tornou-se um ativista social, pegou um carro e saiu viajando pelos rincões do país, especialmente do Nordeste, falando sobre a temática de AIDS na intenção de diminuir o preconceito! Já foi na Fátima Bernardes no programa encontro, tem até filme! ☺️😻 É uma história de vida linda, que mostra aquela minha qualidade preferida que sempre falo com vocês: a resiliência. Capacidade de superar as adversidades e reverte-las em algo positivo.

Ele entrará ao vivo comigo e vocês poderão entender como uma pessoa que vive com HIV se relaciona, como lida com a medicação, com o estigma, quais seus sonhos e desafios. Temos muito pra aprender com ele. “Como uma pessoa com HIV vive hoje em dia?” Será muito especial. Aguardo vocês. ❤️🐻

Atenção anjas e anjos também tutupom! Nossa próxima LIVE dessa quarta dia 11/09/2019, às 20h horário de Brasília, terei a participação mais que especial do querido ‘Tio Francisco’ @fgnico! Um homem de luz, que após receber o diagnóstico de HIV, tornou-se um ativista social, pegou um carro e saiu viajando pelos rincões do país, especialmente do Nordeste, falando sobre a temática de AIDS na intenção de diminuir o preconceito! Já foi na Fátima Bernardes no programa encontro, tem até filme! ☺️😻 É uma história de vida linda, que mostra aquela minha qualidade preferida que sempre falo com vocês: a resiliência. Capacidade de superar as adversidades e reverte-las em algo positivo. Ele entrará ao vivo comigo e vocês poderão entender como uma pessoa que vive com HIV se relaciona, como lida com a medicação, com o estigma, quais seus sonhos e desafios. Temos muito pra aprender com ele. “Como uma pessoa com HIV vive hoje em dia?” Será muito especial. Aguardo vocês. ❤️🐻 #doutormaravilha #wonderdoctor #tiofrancisco #saudelgbt #hiv #Aids #Medicina #infectologia #tiochico #fatimabernardes #live #resiliencia #saudepublica #saudedamulher #gaysp #loveislove

Vinicius Borges

photo by Vinicius Borges with description
            🤦🏻‍♂️🤦🏻‍♂️🤦🏻‍♂️😅 Coerência é artigo de luxo hoje em dia. 
O uso de anabolização com hormônios masculinos (testosterona e derivados) geralmente é indicado para pessoas que apresentam déficit em sua produção (

🤦🏻‍♂️🤦🏻‍♂️🤦🏻‍♂️😅 Coerência é artigo de luxo hoje em dia. O uso de anabolização com hormônios masculinos (testosterona e derivados) geralmente é indicado para pessoas que apresentam déficit em sua produção ( #hipogonadismo), quadros consumptivos (câncer, doenças progressivas) ou por exemplo em #homenstrans em tratamento de #hormonização. São as indicações de BULA das medicações. Sim, porque são remédios. Mas é o que acontece? Não. O que eu atendo de gente com ginecomastia (aumento das mamas), infecção de pele e partes moles por injeção de substâncias oleosas, hepatite medicamentosa (sobrecarga do fígado por excesso de substâncias), calvície androgenética (perda de cabelo por excesso de hormônio masculino), aumento de próstata, dentre outras coisas, não está no gibi. Vale lembrar também que quando você utiliza hormônios de fora (exógenos) você para de produzir os de dentro (endógenos) por um tempo, pois seu organismo altera seu eixo hormonal que é extremamente delicado. E você pode ficar um tempo com baixa de hormônios gerando uma série de outros sintomas. Por isso muitas pessoas fazem aquele tratamento pós ciclo. Enfim, quem sou eu pra julgar o que as pessoas fazem, até porque somos todos adultos e arcamos com as consequências de nossos atos (né?). Mas se quiser suplementar ou anabolizar, principalmente saber se tem indicação para isso, procure ajuda médica, de preferência de um #endocrinologista. Não faça tudo a partir de receitas caseiras. Sei que à primeira vista o corpo cheio de músculos que nem existem nos atlas de anatomia seduz, mas não deixem pra ver o preço cobrado por tudo isso no leito de hospital. O tempo passa e a conta sempre vem. Equilíbrio anjas, equilíbrio. #doutormaravilha #wonderdoctor #saudelgbt #saudedohomem #endocrinologia #anabolização #medicinadoesporte #bonecoken #tapago #instafit #musculacao #instagym #academia #cresceporra #bumbumnanuca #Medicina #infectologia #anabolizantes #medicinadoesporte #homensgays #sarado #educacaofisica